Dissertações

Format: 2018

RÉQUIEM DAS ALMAS: RECONSTITUIÇÃO DE POSSIBILIDADES DISCURSIVAS SOBRE A PERFORMANCE DE ENCOMENDAR ALMAS NA CIDADE DE SANTANA- BA

Nome do autor: 
ANA LUISA DIAS LAURIA
Nome do orientador: 
ALVANITA ALMEIDA SANTOS
Banca: 
ALVANITA ALMEIDA SANTOS SUZANE LIMA COSTA SILVIO ROBERTO DOS SANTOS OLIVEIRA
Resumo: 

Réquiem das Almas: reconstituição de possibilidades discursivas sobre a performance de Encomendar Almas na cidade de Santana – Ba dedica-se à inventariação da performatividade intrínseca à Encomendação de Almas – ritual funerário dedicado àqueles que se encontram em desassossego post-mortem. Trata-se de uma prática penitencial em prol das almas em desamparo que, na cosmovisão da Cristandade ocidental, só encontram a misericórdia divina através da intervenção dos viventes que rogam pelo alívio de suas penas. Circunscrita à linha de pesquisa Documentos da Memória Cultural, a dissertação propõe que, para inventariar a cerimônia em questão (e, por conseguinte, as potencialidades interpretativas que nela se inscrevem), fez-se necessária (para além da construção dos aspectos descritivos) uma especial ênfase nos investimentos subjetivos dos sujeitos envolvidos, bem como na ficcionalidade que atravessa ambas as narrativas: a da Encomendação e a que aqui se apresenta. Nesse entendimento, a metodologia, em consonância com o caráter multidisciplinar adotado pela pesquisa, baseia-se no modelo etnográfico de observação participante cuja aplicabilidade resultou no cruzamento entre as histórias de vida (narrativas autobiográficas), o contexto sociocultural no qual as Encomendadeiras transitam e a inventariação do experimento poético por elas protagonizado. Diante do tabu contemporâneo que envolve o morrer, o qual aciona as mais diversas estruturas cerimoniais nas sociedades humanas, ocorre a problematização de como as Encomendadeiras se apropriam, simbolicamente, da morte e, ao fazê-lo, como a representam. A crítica interna que costura as significações alegóricas da voz no ato da Encomendação ancora-se nos estudos performáticos de Paul Zumthor e ocupa-se em identificar a dinamicidade do texto, haja vista que o mesmo é um sistema autorregulável que cria zonas de significação imediatas quando de sua narratividade. A ampliação da percepção da literatura – que não é produção escrita, tão somente, mas textualidade – explora modalidades outras do campo literário abrangendo as dimensões oral, acústica, visual, e, ao ponto que mais interessa, a comunhão de linguagens que orbita em torno da dimensão performática da Encomendação. De forma circular, o passado que antecedeu os gestos rituais estruturantes da Encomendação é permanentemente vivificado quando da execução da performance, através da qual o encantamento das palavras entoadas pelas vozes que reivindicam a misericórdia divina é capaz de redimir as almas de suas privações e estancar-lhes o sofrimento. A resolução e/ou compensação psíquica diante da irredutibilidade da morte apresenta-se como um dos principais contributos da rede de solidariedade tecida entre as Encomendadeiras e as almas.

Encomendação de Almas. Performance. Etnografia. Tabu da morte.

 

Abstract: 
Requiem of the Souls: A reconstitution of discursive possibilities on the Dispatching of Souls performance in the city of Santana – Ba aims to inventory the performativity intrinsic to the Dispatching of Souls - a funerary ritual dedicated to those souls in a state of unrest in the post-mortem. It is a penitential practice for the sake of the helpless souls which, according to the western Christendom general understanding, can only find divine mercy through the intervention of the living, who pray for the relief of their penance. Under the Documentos da Memória Cultural line of research, this work proposes that in order to inventory the ceremony at hand (and by doing so also its interpretive potentialities), a special emphasis (besides the construction of its descriptive aspects) was given to the subjective investments by the subjects involved, as well as to the fictionality that permeates both narratives: that of the dispatching of souls itself and the one herein contained. Grounded on this understanding, methodology - in accordance with the multidisciplinary character adopted in the research - is based upon the participant observation ethnographic model, its applicability having resulted in the crossover between life stories (autobiographical narratives), the sociocultural context whithin which those transit and the inventory of the poetic experiment carried out by them. Faced with the contemporary taboo enveloping death, which triggers many of the cerimonial structures in human societies, occurs the problematization regarding how the Soul Dispatchers symbolically appropriate death and, by doing so, how they choose to represent it. The internal critique that sews together the allegorical significations of the voice in the enactment of the dispatching is anchored in Paul Zumthor’s studies on performance and aims at identifying the text’s dynamicity, it being a self-regulatory system which creates immediate signification zones in its narrativity. The enlargement of perception in literature - considering not simply written text but textuality itself - explores different modalities of the literay field encompassing dimensions that are verbal, acoustic, visual and more importantly the communion of such languages orbiting the dispatching’s performatic dimension. In a circular way, the past predating the structuration of the dispatching’s ritual gestures is permanently vivified whenever those are performed and through them the enchantment of the words uttered by voices that claim for divine mercy has the ability to move the souls away from their deprivation and to stanch their suffering. Closure and/or psychological compensation in the face of death’s irreductibility presents itself as one of the main contributions of the solidarity network woven between the Dispatchers and the souls.
Dispatching of Souls. Performance. Ethnography. Death taboo.

 

Data: 
segunda-feira, 21 Julho, 2014 - 16:30

FIEBRE NEGRA: REVISITANDO A HISTÓRIA DO AFRO ARGENTINO

Nome do autor: 
ANA MARIA SILVA CARMO
Nome do orientador: 
FLORENTINA DA SILVA SOUZA
Banca: 
FLORENTINA DA SILVA SOUZA ROSEMERE FERREIRA DA SILVA ALVANITA ALMEIDA SANTOS
Resumo: 

Esta dissertação apresenta reflexões resultantes de investigação, mapeamento e análises de representações do negro no contexto das narrativas nacionais argentinas, trazendo como foco a obra Fiebre Negra, escrita pelo autor argentino Miguel Rosenzvit, publicada em 2008. A discussão sobre a América Latina no que concerne a afrodescendentes é recente. Estudos preliminares apontam o Brasil como o país que apresenta mais obras e debates sobre o tema, bem como fortuna crítica, em comparação com outros países da América Latina. A escolha de uma obra argentina deve-se ao fato de não haver muitas análises sobre o afro-latino nesse país. Historicamente, muitos textos teóricos apontam o desaparecimento do negro na Argentina, excluindo-o assim da constituição nacional do país. A partir da leitura crítica da obra argentina Fiebre Negra e de discussões acerca dos mitos fundacionais argentinos, observam-se as seguintes representações de afrodescendentes na Argentina: o negro é apresentado como sujeito, construtor da própria história, participa de distintos momentos considerados importantes para a construção do país e elabora formas de intervenção no sistema de representação nacional desde o século XIX. Esses elementos propiciam tecer considerações diferenciadas sobre o imaginário nacional que rasuram aspectos da tese de branquitude propagada no país e colaboram para outras possiblidades de representação da nação argentina.

Literatura afro-argentina. Representações de afrodescendentes na Argentina. Imaginário nacional. Fiebre Negra. Miguel Rosenzvit

 

Abstract: 
This dissertation presents reflections resulting from research, mapping and discussions on representations of the black man in the context of the argentine national narratives, exposing as focus of analysis the literary work Fiebre Negra, written by argentine author Miguel Rosenzvit and that was published in 2008. With regard to the discussion on afro-descendants in the Latin America, it is a recent theme. Preliminary studies point the Brazil as the country that presents more works, debates and critical fortune on this issue, in comparison to the other countries of the Latin America. The choice of an argentine work literary is due to the inexistence of many analyses on Afro-Latin in this country. Historically, many theoretical texts point the disappearance of the black man in the Argentina, excluding him from national constitution of the country. From the critical reading of the literary work Fiebre Negra and from the discussions on founding myths of the Argentina, I observed the following representations of afro-descendants in the Argentina: the black man is presented as subject, he constructs his own history, he participates of different moments that are considered important to the construction of the country and he elaborates forms of intervention in the system of national representation since the nineteenth century. From these elements, I made differentiated considerations about the national imaginary that obliterate aspects of the thesis of whiteness propagated in the country and they collaborate with other possibilities of representation of the argentine nation.
Literature afro-argentine. Representations of afro-descendants in the Argentina. Imaginary national. Fiebre Negra. Miguel Rosenzvit.

 

Data: 
segunda-feira, 21 Julho, 2014 - 14:00

DIálogo entre cisnes: de Tchaikovsky a Darren Aronofsky

Nome do autor: 
PRISCILLA CORDOLINO SOBRAL
Nome do orientador: 
ELIZABETH SANTOS RAMOS
Banca: 
ELIZABETH SANTOS RAMOS ALESSANDRA PAOLA CARAMORI MARLENE HOLZHAUSEN
Resumo: 

A presente dissertação tem como objetivo estabelecer um diálogo entre a imagística do cisne trazida nas obras O lago dos Cisnes de Piotr Ilich Tchaikovsky e Cisne Negro de Darren Aronofsky. Observa-se na análise interpretativa a simbologia do pássaro e de suas cores por uma perspectiva da transformação de uma visão binária Bem x Mal, presentes no balé, para uma perspectiva hermafrodita do cisne proposta pelo filme que ressalta o processo da sua metamorfose. Partindo de uma concepção pós-estruturalista, as obras são analisadas como traduções que, mantendo o vínculo com a anterioridade, operam transformações resultantes do ato de leitura e interpretação do sujeito tradutor. Partindo do conto de fada O véu roubado do alemão Johann Musaeus, que se configura como anterioridade das obras contempladas, a dissertação analisa os rastros e as transformações ocorridas no processo tradutório intersemiótico, abordando a presença dos arquétipos, conforme as reflexões de C.G.Jung. Ao apresentar um mosaico entre conto de fada, balé e filme, a dissertação problematiza conceitos estruturalistas, perspectivas metafísicas platônicas e teorias essencialistas que regem a relação comparativa entre as obras, abordando-as como textos autênticos e valiosos. Na perspectiva da valoração da tradução e do simulacro, foram abordados conceitos desconstrutivistas como suplemento, sobrevida, différance que apresentam uma concepção da tradução como potência que, ao operar transformações, contribui para a permanência dos textos no tempo e permite sua exposição a públicos antes excluídos.

O lago dos cisnes; Tradução Intersemiótica; Cisne Negro.

 

Abstract: 
Ce travail vise à établir un dialogue entre les images du cygne présenté dans les oeuvres Le lac des Cygnes de Piotr Ilich Tchaikovsky et Cygne Noire de Darren Aronofsky. L’analyse interprétative est axé sur le symbolisme du cygne et de ses couleurs par une transformation en perspective d'un point de vue binaire du Bien et du Mal, présente dans le ballet, par une perspective hermaphrodite de l’oiseau proposé par le film qui qui met l'accent sur le processus de métamorphose. D'une conception post-structuraliste, ces oeuvres sont analysés comme des traductions qui maintiennent un lien avec l’antériorité et produisent des transformations découlant de l'acte de lecture et d'interprétation de l' homme de traducteur. Basé sur le conte de fée Le vol enlevé de l’allemand Johann Musaeus, qui se caractérise comme antériorité des oeuvres ici contemplés, la recherche se propose d’observer les traces et les transformations données au moment du procès traducteur intersemiotique. Ce qui concerne les traces, la recherche traite la présence des archétypes soutenus sur les études de C.G.Jung. Cette dissertation, exposant une mosaique entre conte de fée, ballet et film, remet en question des concepts structuraliste, perspectives platoniques et de théorie de l’essence qui règlent la relation de comparaison entre les oeuvres et les considèrent comme des textes authentiques et de précieux. Du point de vue de la valorisation de la traduction et du simulacre, cette dissertation s’est appuie sur des concepts desconstrutiviste comme le souplement, la survie, la différance, qui ont une conception de la traduction comme un potentiel qui em provoquant des changements contribuent à la pérennité des oeuvres dans le temps et permet son exposition à des publics qui ne furent pas privilégié avant.
Le lac des cygnes; Traduction Intersemiótique; Cigne Noir.

 

Data: 
sexta-feira, 18 Julho, 2014 - 16:45

Alice: Uma Aventura Intersemiótica Sob o Olhar da Sátira Menipéia

Nome do autor: 
LAIZ MUNIRE SALES COSTA
Nome do orientador: 
MARLENE HOLZHAUSEN
Banca: 
MARLENE HOLZHAUSEN LUCIANO RODRIGUES LIMA ELIZABETH SANTOS RAMOS
Resumo: 

As adaptações de obras literárias para o cinema estão se tornando cada vez mais comuns o que propicia discussões sobre fidelidade e hierarquização do ‘original’ (textos literários) e ‘cópia’ (filme). No entanto, a leitura/interpretação de uma obra literária e a transposição do texto para o filme promovem transformações próprias do meio semiótico. Nesse contexto, analisaremos a tradução intersemiótica dos livros As Aventuras de Alice no País das Maravilhas (1865) e Através do Espelho e o que Alice Encontrou por Lá (1871), do escritor inglês Lewis Carroll para o filme Alice no País das Maravilhas (2010), dirigido por Tim Burton a fim de investigar as proximidades e distanciamentos dos textos escritos para o fílmico sob a ótica da sátira menipéia, gênero sério-cômico que mistura fantasia e sátira a fim de ridicularizar padrões comportamentais e convenções sociais. Esse trabalho, portanto, tem por finalidade analisar a presença da sátira menipéia nos livros e a sua transposição para a produção cinematográfica.

Tradução Intersemiótica. Nonsense. Sátira Menipéia.

 

Abstract: 
The adaptations of literary works to film are becoming increasingly common which provides discussions about fidelity and hierarchy of the ‘original’ (literary texts) and ‘copy’ (movie). However, the reading/interpretation of a literary work and the transposition of text to movie promote semiotic transformations peculiar themselves to each medium. In this context, we will analyze the intersemiotic translation of the books The Adventures of Alice in Wonderland (1865) and Through the Looking Glass and What Alice Found There (1871), by the English writer Lewis Carroll to the movie Alice in Wonderland (2010), directed by Tim Burton in order to investigate the proximities and distances of the written texts to the filmic under the gaze of menippean satire, comic-serious genre that mixes fantasy and satire to ridicule behavioral patterns and social conventions. This paper, therefore, aims to analyze the presence of menippean satire in books and its translation into film production.
Intersemiotic translation. Nonsense. Menippean Satire.

 

Data: 
terça-feira, 15 Julho, 2014 - 16:45

O Padre Imoral: Representação do Padre Concubinado na Literatura

Nome do autor: 
ADRIANO PORTELA
Nome do orientador: 
MARLENE HOLZHAUSEN
Banca: 
MARLENE HOLZHAUSEN ALANA DE OLIVEIRA FREITAS EL FAHL IGOR ROSSONI
Resumo: 

Procuramos analisar a representação do Padre nas obras naturalistas O Crime do Padre Amaro, do português Eça de Queirós, e O Missionário, do brasileiro Inglês de Sousa. Para tal, primeiramente delineamos a natureza literária da personagem Padre, traçamos um panorama de sua representação na literatura, sobretudo do século XIX, e evidenciamos a influência do anticlericalismo nessa representação, como decorrência dos embates políticos entre a Igreja e as ideologias políticas, filosóficas e científicas do Dezenove. Depois, analisamos a representação do padre concubinado em O Crime do Padre Amaro, mediante os conceitos de outsider, de Norbert Elias e Jonh L. Scotson (2000) e de Howard S. Becker (2009), e estereótipo, de Marcos E. Pereira (2002), identificando a imoralidade como traço característico da caracterização do Pe. Amaro. Através desses conceitos, interpretamos a representação do padre concubinado como uma reação social contra o desvio da disciplina do celibato clerical, que se constitui uma infração aos ideais de masculinidade burguesa e de moral cristã-católica. Por fim, analisamos a representação do padre concubinato em O Missionário, através do conceito de entre-lugar, de Silviano Santiago (2000), identificando os deslocamentos existentes na caracterização de Pe. Antônio de Morais, em relação à representação do Padre no Naturalismo europeu e em toda literatura do século XIX. O conceito de entre-lugar possibilitou interpretar o concubinato do Padre, pela ótica da moral indígena, e não da masculinidade burguesa e da moral cristã-católica. Desse modo, evidenciamos a originalidade do texto de Inglês de Sousa e a atuação dos valores dominantes no Dezenove na representação estereotipada do padre concubinado, atravessada pela imoralidade, nos romances naturalistas.

Padre concubinado. Naturalismo. Imoralidade. Eça de Queirós. Inglês de Sousa.

 

Abstract: 
We tried to analyze the representation of the Father in naturalistic works The Crime of Father Amaro, the Portuguese Eça de Queirós , and The Missionary, the Brazilian Inglês de Sousa. To do this, first outline the nature of the literary character Father, we draw a picture of their representation in literature, especially of the nineteenth century, and noted the influence of anticlericalism in this representation, as a result of political struggles between the Church and the political, philosophical ideologies and scientific of the Nineteen. Then we analyze the representation of unmarried partner priest in The Crime of Father Amaro, through the concepts of outsider, Norbert Elias and John L. Scotson (2000) and Howard S. Becker (2009) and stereotype, Marcos E. Pereira (2002), identifying immorality as the characteristic feature of the characterization of Father Amaro. Through these concepts, we interpret the representation of unmarried partner priest as a social reaction against the diversion of the discipline of clerical celibacy, which constitutes an offense to the ideals of bourgeois masculinity and Christian-Catholic morality. Finally, we analyze the representation of unmarried partner priest in Missionary, through the concept of in-between place, Silviano Santiago (2000), identifying existing dislocations in the characterization of Father Antônio de Morais, in relation to the representation of Father Naturalism in Europe and literature throughout the nineteenth century. The concept of in-between place possible to interpret the concubinage of the Father, from the perspective of indigenous moral, and not of bourgeois masculinity and Christian-Catholic morality. Thus, we noted the originality of the text of Inglês de Sousa and the performance of the dominant values in the Nineteen stereotypical portrayal of the unmarried partner priest, crossed by immorality, the naturalist novels.
unmarried partner Father. Naturalism. Immorality. Eça de Queirós. Inglês de Sousa.

 

Data: 
terça-feira, 15 Julho, 2014 - 16:45

Jacinta, passos de uma escritora à margem

Nome do autor: 
BEATRIZ AZEVEDO DA SILVA
Nome do orientador: 
NANCY RITA FERREIRA VIEIRA
Banca: 
NANCY RITA FERREIRA VIEIRA LINDINALVA SILVA OLIVEIRA RUBIM ALVANITA ALMEIDA SANTOS
Resumo: 

Este trabalho tem como objetivo analisar textos literários e jornalísticos publicados pela escritora baiana Jacinta Passos (1914-1973), levando em consideração as transformações temáticas de sua produção intelectual na medida em que se aproximou da militância política pelo Partido Comunista Brasileiro. Pretendemos analisar sua atuação no jornalismo baiano, a partir do estudo do suplemento semanal “Página Feminina” publicado no periódico O Imparcial (1918-1947), levando em consideração sua proposta de criação de uma nova imagem para as mulheres da época, vinculada principalmente ao trabalho e aos assuntos políticos relacionados à Segunda Guerra Mundial. Esta análise será feita com o aporte dos estudos feministas dialogando com Constância Lima Duarte, Heloísa Buarque de Hollanda, Norma Telles, dentre outras autoras. Torna-se assim o objetivo principal desta dissertação evidenciar, a partir de seus textos, a importância do discurso desta escritora em seu contexto sócio-histórico e de seu ativismo como uma intelectual feminista que buscou contribuir para a quebra de alguns paradigmas relacionados à condição social feminina da época.Este trabalho tem como objetivo analisar textos literários e jornalísticos publicados pela escritora baiana Jacinta Passos (1914-1973), levando em consideração as transformações temáticas de sua produção intelectual na medida em que se aproximou da militância política pelo Partido Comunista Brasileiro. Pretendemos analisar sua atuação no jornalismo baiano, a partir do estudo do suplemento semanal “Página Feminina” publicado no periódico O Imparcial (1918-1947), levando em consideração sua proposta de criação de uma nova imagem para as mulheres da época, vinculada principalmente ao trabalho e aos assuntos políticos relacionados à Segunda Guerra Mundial. Esta análise será feita com o aporte dos estudos feministas dialogando com Constância Lima Duarte, Heloísa Buarque de Hollanda, Norma Telles, dentre outras autoras. Torna-se assim o objetivo principal desta dissertação evidenciar, a partir de seus textos, a importância do discurso desta escritora em seu contexto sócio-histórico e de seu ativismo como uma intelectual feminista que buscou contribuir para a quebra de alguns paradigmas relacionados à condição social feminina da época.Este trabalho tem como objetivo analisar textos literários e jornalísticos publicados pela escritora baiana Jacinta Passos (1914-1973), levando em consideração as transformações temáticas de sua produção intelectual na medida em que se aproximou da militância política pelo Partido Comunista Brasileiro. Pretendemos analisar sua atuação no jornalismo baiano, a partir do estudo do suplemento semanal “Página Feminina” publicado no periódico O Imparcial (1918-1947), levando em consideração sua proposta de criação de uma nova imagem para as mulheres da época, vinculada principalmente ao trabalho e aos assuntos políticos relacionados à Segunda Guerra Mundial. Esta análise será feita com o aporte dos estudos feministas dialogando com Constância Lima Duarte, Heloísa Buarque de Hollanda, Norma Telles, dentre outras autoras. Torna-se assim o objetivo principal desta dissertação evidenciar, a partir de seus textos, a importância do discurso desta escritora em seu contexto sócio-histórico e de seu ativismo como uma intelectual feminista que buscou contribuir para a quebra de alguns paradigmas relacionados à condição social feminina da época.Este trabalho tem como objetivo analisar textos literários e jornalísticos publicados pela escritora baiana Jacinta Passos (1914-1973), levando em consideração as transformações temáticas de sua produção intelectual na medida em que se aproximou da militância política pelo Partido Comunista Brasileiro. Pretendemos analisar sua atuação no jornalismo baiano, a partir do estudo do suplemento semanal “Página Feminina” publicado no periódico O Imparcial (1918-1947), levando em consideração sua proposta de criação de uma nova imagem para as mulheres da época, vinculada principalmente ao trabalho e aos assuntos políticos relacionados à Segunda Guerra Mundial. Esta análise será feita com o aporte dos estudos feministas dialogando com Constância Lima Duarte, Heloísa Buarque de Hollanda, Norma Telles, dentre outras autoras. Torna-se assim o objetivo principal desta dissertação evidenciar, a partir de seus textos, a importância do discurso desta escritora em seu contexto sócio-histórico e de seu ativismo como uma intelectual feminista que buscou contribuir para a quebra de alguns paradigmas relacionados à condição social feminina da época.Este trabalho tem como objetivo analisar textos literários e jornalísticos publicados pela escritora baiana Jacinta Passos (1914-1973), levando em consideração as transformações temáticas de sua produção intelectual na medida em que se aproximou da militância política pelo Partido Comunista Brasileiro. Pretendemos analisar sua atuação no jornalismo baiano, a partir do estudo do suplemento semanal “Página Feminina” publicado no periódico O Imparcial (1918-1947), levando em consideração sua proposta de criação de uma nova imagem para as mulheres da época, vinculada principalmente ao trabalho e aos assuntos políticos relacionados à Segunda Guerra Mundial. Esta análise será feita com o aporte dos estudos feministas dialogando com Constância Lima Duarte, Heloísa Buarque de Hollanda, Norma Telles, dentre outras autoras. Torna-se assim o objetivo principal desta dissertação evidenciar, a partir de seus textos, a importância do discurso desta escritora em seu contexto sócio-histórico e de seu ativismo como uma intelectual feminista que buscou contribuir para a quebra de alguns paradigmas relacionados à condição social feminina da época.

Palavras-chave: crítica feminista, literatura baiana, Jacinta Passos, poesia, jornalismo.

Abstract: 
This study aims to analyze literary and journalistic texts published by Bahian writer Jacinta Passos (1914-1973), taking into account the thematic transformations of his intellectual production in that approached the political activism by the Brazilian Communist Party. We intend to analyze its performance in Bahia journalism, from the study of the weekly supplement "Página Feminina" published in the journal O Imparcial (1918-1947), taking into account its proposal to create a new image for women of the time, mainly linked to the labor and political issues related to the Second World War. This analysis will be done with the contribution of feminist scholarship in dialogue with Constancia Lima Duarte, Heloisa Buarque de Hollanda, Norma Telles, among other authors. Thus becomes the main objective of this thesis show, from their texts, the importance of this speech writer in their socio-historical context and his activism as a feminist intellectual who sought help to break some paradigms related to social status Ladies of the season.
feminist studies, Bahia literature, Jacinta Passos, poetry, journalism.

 

Data: 
sexta-feira, 11 Julho, 2014 - 15:45

Bemvindo Sequeira e a Cena Política nas Tramas de Me Segura Eue Eu Vou Dar Um Voto: Edição e crítica filológica do texto teatral

Nome do autor: 
HUGO LEONARDO PIRES CORREIA
Nome do orientador: 
ROSA BORGES DOS SANTOS
Banca: 
ROSA BORGES DOS SANTOS GILBERTO NAZARENO TELLES SOBRAL ELIZABETH SANTOS RAMOS
Resumo: 

O Brasil, entre os anos de 1964 e 1985, é marcado historicamente pelo Regime Militar. Nesse período, o Estado, através da repressão, censurava os textos que teciam críticas ao regime vigente e às instituições representativas das esferas de poder. O Teatro era um dos alvos da censura, as peças antes de serem encenadas tinham os seus roteiros enviados para a Divisão de Censura e Diversões Públicas (DCDP) do Departamento de Policia Federal (DPF), onde o censor, lastreado pela legislação vigente, fazia a censura ao texto, através de pareceres que indicavam cortes ou a proibição de certas cenas ou palavras ou do texto completo. Dentre as peças encenadas nessa época, cabe destacar Me segura que eu vou dar um voto, de Bemvindo Siqueira. O texto traz uma crítica, através de uma linguagem cômica, à ditadura, à sociedade, aos políticos e aos partidos políticos da Bahia e do Brasil, no momento de abertura política.Para o tratamento teórico-metodológico do texto em questão, no campo dos estudos filológicos, conciliam-se as críticas textual e sociológica. Essa peça sofreu diversas intervenções de diferentes atores sociais em momentos distintos: autor, censores. Desse modo, desenvolveu-se, partir do dossiê montado, um estudo da tradição textual para compreender o processo de produção e transmissão do texto, considerando as marcas que se apresentam na construção do tecido textual e a circulação do texto nos bastidores da Censura Federal. Como produto final, apresentam-se as edições interpretativa, em suporte papel e digital, e fac-similar (digital), além de um arquivo hipertextual, com as edições, documentos censórios e matérias de jornal.

Filologia. Bemvindo Sequeira. Ditadura Militar. Censura. Teatro. Edição de texto.

 

Abstract: 
Brazil, between 1964 and 1985, had been historically marked by the Military Regime. During this period, the State , through repression, censored texts that wove criticism of the current regime and representative institutions ruling spheres. Theater was one of the targets of censorship, plays before they were staged had scripts sent to the Division of Censorship and Public Entertainment (DCPE) of Federal Police Department (FPD), where the censor, backed by legislation at the time, censored play scripts through referrings indicating cuts or advicing the prohibition of some scenes or words or all text. Among the plays performed at that time, it is worth mentioning Meseguraqueeuvoudar um voto, by Bemvindo Sequeira. This text provides a critique, through a comical language, to dictatorship, society, politicians and political parties of Bahia and Brazil, at the moment of political openness. For both theoretical and methodological treatment of the present text, in philological studies field, were gathered textual and sociological criticism. This play had undergone various interventions in different social actors at different times: author, censors. Thus , it has developed , from the dossier assembled, a textual tradition study to understand the process of text production and transmission, considering traits that come over in textual framing and circulation of the text on Federal Censorship sidelines. As a final product, interpretative editions are presented, in paper and digital basis and facsimile (digital), besides a hypertext file with the edits, censoring documents and newspaper articles.
Philology. Bemvindo Sequeira. Military dictatorship.Censorship. Theatre. Textediting.

 

Data: 
segunda-feira, 7 Julho, 2014 - 17:45

A multidão (en)cantada: versos, vozes e versões de Brasil em Lábaro estrelado

Nome do autor: 
ALEXANDRE CARVALHO PITTA
Nome do orientador: 
EVELINA DE CARVALHO SÁ HOISEL
Banca: 
EVELINA DE CARVALHO SÁ HOISEL CASSIA DOLORES COSTA LOPES LUIZ CESAR ALVES MARFUZ
Resumo: 

O presente trabalho discute o processo criativo de Lábaro estrelado, texto dramático da escritora e professora da Escola de Teatro da UFBA Cleise Furtado Mendes, com o objetivo de estudar a construção de imagens de Brasil, articulada ao processo de bricolagem na peça, montada com fragmentos de letras de canções da música brasileira. Desse repertório de composições, pretende-se pensar, sob um viés pós-estruturalista, como se montam essas imagens com os trechos recortados, considerando a ideia de que não se pode definir uma identidade nacional estável e homogênea, mas uma multiplicidade de traços e características que continuamente vão produzindo visões desse país. No primeiro capítulo do trabalho, traça-se, a partir do conceito de antropofagia, um diálogo entre o modernismo brasileiro e o Tropicalismo para que se possam estabelecer aproximações entre esses dois movimentos e o objeto de estudo. No segundo capítulo, a discussão se propõe a examinar como a bricolagem possibilita leituras diversas da nação brasileira, considerando sua música um material cultural que, ao ser manipulado no corpo do texto dramático, permite diversificadas leituras do Brasil. Na última parte da dissertação, verticalizam-se as problematizações teóricas acerca do procedimento de recorte e colagem e o modo como as relações intertextuais estabelecidas com o uso das canções abalam a concepção aristotélica de gênero dramático, em especial na montagem do diálogo dramático.

Identidade Nacional. Dramaturgia. Bricolagem. Música Brasileira.

 

Abstract: 
This dissertation discusses the creative process of Lábaro Estrelado, a play written by Cleise Furtado Mendes, writer and professor at the School of Theater of Federal University of Bahia, with the aim of studying the creation of multiple images of Brazil, which is articulated with the bricolage process from the dramatic text, since the play is constructed with fragments of songs from Brazilian music. Starting with this mentioned repertoire of compositions, we aim to analyze, under a post-structuralist bias, how these images of Brazil are created with fragments of songs, considering that one cannot define a stable and homogeneous national identity, but a multiplicity of traits and characteristics that will continually producing visions of the country. In the first chapter, it is traced, from the concept of antropofagia, a dialogue between the brazilian modernism and Tropicalism so it is possible to establish links between these two movements and the object of study. In the second chapter, the discussion aims to study how bricolage allows multiple readings of the Brazilian nation, considering its music as a cultural material that, manipulated within the body text, allows diversified readings and interpretations of Brazil. In the last part of the dissertation, the theoretical articulations on the cut and paste procedure are discussed and we also theorize about how the intertextuality relationships with the use of the songs undermines the Aristotelian conception of dramatic genre, particularly in the construction of dramatic dialogue.
National Identity. Dramaturgy. Bricolage. Brazilian music.

 

Data: 
sexta-feira, 23 Maio, 2014 - 16:30

A Desescrita é Uma Saúde: Língua, Literatura e o Escritor Angolano por Manuel Rui

Nome do autor: 
BRUNO EMANUEL NASCIMENTO DE ARAUJO
Nome do orientador: 
MARIA DE FATIMA MAIA RIBEIRO
Banca: 
MARIA DE FATIMA MAIA RIBEIRO EVELINA DE CARVALHO SÁ HOISEL CARLOS AUGUSTO MAGALHAES
Resumo: 

O presente trabalho analisa nos textos críticos do escritor angolano Manuel Rui, apresentados em diversos congressos de literatura no Brasil e em Portugal, a proposição e composição do projeto estético-político denominado de desescrita, delineado pelo escritor como um modo de "pensar" e escrever o texto angolano enfrentando o julgo colonial e as suas sequelas, ressonâncias e resíduos. A desescrita idealizada por Manuel Rui é perpassada por ideis de reconstituições subjetivas, além de posicionamentos políticos e epistemológicos na relação texto-leitor-escritor, problematizando o uso da escrita de língua portuguesa no espeço literário angolano e o compromisso com novas formas de dizer para tornar legítima a sua posse. A desescrita foi denominada nesse trabalho como saúde, tomando de empréstimo a metáfora "A literatura é uma saúde" de Gilles Deleuze a fim de asseverar a importância social e subjetiva da proposta escritural. Ela é uma das estratégias, dentre muitas, de reescrever África no interior dos seus conflitos, atendendo a diversas demandas que se modificam e se reformam a cada momento. A discussão desse projeto literário evidencia que há sintomas deixados pela colonização e ainda pela concomitante globalização na consequente descolonização e construção nacional, implicadas pelos neocolonialismos em voga, a envolver os processos de criação da literatura angolana contemporânea, assentando-se em ações pertinentes ao movimento de ideias políticas, culturais e estéticas dos momentos em causa. Manuel Rui Monteiro é produtor de vários textos literários e culturais. entre eles poesias, romances, canções, além de hinos à nação angolana e à educação. A sua atuação como escritor é ativa e autorreflexiva, abrangendo diversas áreas da literatura como instituição, nos campos da produção, circulação e recepção, centrada em discursividade múltipla que, a par da criação propriamente literária da poesia e da narrativa de ficção, mobiliza continuamente os trânsitos com criticidade face à literatura e à cultura, aos mundos histórico-sociais angolanos e africanos e às relações geopolíticas e culturais entre países e continentes, com o foco em Angola e na África.

Textos críticos. Manuel Rui. Escrita. Desescrita. Língua-literatura angolana. Projeto estético-político.

 

Data: 
sexta-feira, 9 Maio, 2014 - 16:15

Riso, Ironia e Dilemas Identitários Angolanos em O Dia Em Que o Pato Donald Comeu Pela Primeira Vez a Margarida, de João Melo

Nome do autor: 
MIQUELE BATISTA DA SILVA
Nome do orientador: 
MARIA DE FATIMA MAIA RIBEIRO
Banca: 
MARIA DE FATIMA MAIA RIBEIRO AMARINO OLIVEIRA DE QUEIROZ SANDRO SANTOS ORNELLAS
Resumo: 

Este trabalho examina problemáticas flagradas no tratamento conferido a expressões identitárias no livro de contos O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006), do escritor angolano João Melo, com o foco em construções de personagens e identidades culturais, étnicas e nacionais, sob o viés dos trânsitos culturais da (pós-)modernidade e da globalização, que envolvem Angola após a independência. Avaliam-se a ironia e o humor como instrumentos de desconstrução de estereótipos, que cercam as formações identitárias individuais e coletivas representadas nas narrativas, as quais empreendem continuada reflexão sobre os males políticos e sociais de sociedades africanas, mais especificamente a angolana, aliada a marcas recorrentes e relevantes nas situações de trânsitos culturais que atravessam essas “estórias” em diferentes direções e correlações.

Ironia, humor, identidade cultural, trânsitos culturais, João Melo.

 

Abstract: 
This paper examines issues observed in the treatment given to identitary expressions in the storybook O dia em que Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006), by the Angolan writer João Melo, focusing on building characters and cultural, ethnic and national identities, under the bias of the cultural influences of (post) modernity and globalization, involving Angola after independence. The irony and humor are evaluated as tools to deconstruct the stereotypes that surround the individual and collective identitary formations represented in the narratives, which undertake ongoing reflection on the social and political ills of African societies, specifically the Angolan, coupled with recurrent and relevant marks in situations of cultural transits that cross these "stories" in different directions and correlations.
irony, humor, cultural identity, cultural transits, João Melo.

 

Data: 
quarta-feira, 23 Abril, 2014 - 17:45

Páginas